SaudeOnline.pt / Med-Interna

Cancros hereditários. “É preciso educar profissionais e doentes” para melhorar a referenciação

Em entrevista, a Investigadora do i3S (da Univ. Porto) Carla Oliveira diz que “é necessário que os médicos de família e os especialistas consigam reconhecer padrões”, de modo a identificar pessoas com maior risco de desenvolverem cancro hereditário.

“O impacto da pandemia hoje já é suficiente para desviar recursos das atividades regulares dos hospitais”

Em entrevista exclusiva, o presidente da Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares alerta para o desgaste dos profissionais e pede planeamento, para evitar que muitas pessoas se desloquem às urgências "com pequena sintomatologia e para realizar teste ao SARS-CoV-2", como tem vindo a acontecer.

Go to Top