8 Fev, 2022

Condrite. Outro sintoma da covid-19 que se manifesta especialmente em mulheres

A inflamação da cartilagem que une as costelas ao esterno pode ser resultado do esforço provocado pela tosse associada à covid-19.

O diagnóstico de inflamação dolorosa da cartilagem que une as costelas ao esterno – condrite – é mais um sintoma que se encontra associado à covid-19 e que se manifesta especialmente em mulheres. Esta inflamação causa dor aguda, geralmente no lado esquerdo das costas, e dura geralmente dois dias, relata o Observador.

A condição, que entrou na lista de sintomas resultantes da infeção por SARS-CoV-2, costuma estar associada a uma lesão nas costas ou no esterno que resulta de movimentos como o levantamento de objetos pesados ou quando se fazem exercícios estafantes. Neste caso, esta pode surgir pela tosse frequente característica da infeção, a qual representa um esforço do corpo.

A inflamação pode surgir acompanhada de um inchaço – síndrome de Tietze – que se manifesta especialmente em adolescentes e jovens adultos. No entanto, no desenvolvimento desta condição quando associada à covid-19, as queixas surgem sobretudo de mulheres e de pessoas com mais de 40 anos.

De acordo com o site do hospital pediátrico Johns Hopkins, que pertence à Faculdade de Medicina da Universidade Johns Hopkins, este sintoma é também uma das causas mais frequentes do desenvolvimento de dor no peito em crianças e adolescentes.

Para atenuar os sintomas da inflamação e aliviar a zona dorida, os médicos recomendam a toma de anti-inflamatórios, como o ibuprofeno, e a aplicação de compressas quentes.

SO

ler mais

RECENTES

ler mais