Síndrome de Fadiga Crónica e Covid Longa: duas em uma
António Vaz Carneiro, Instituto de Saúde Baseado na Evidência, Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa/Joan Serra Hoffman, Aliança Millions Missing/Jaime C. Branco, ULSLO e NOVA Medical School/

Síndrome de Fadiga Crónica e Covid Longa: duas em uma

A(s) causa(s) da Encefalomielite Miálgica/Síndrome de Fadiga Crónica (EM/SFC) são ainda desconhecida (s). Um ou mais gatilhos (a maior parte das vezes infeções virais) podem desencadear o início desta síndrome num terreno genético específico.

Esta é uma entidade clínica complexa e incapacitante. Os doentes referem cansaço físico e mental, mais ou menos intenso, significativamente agravado pelo exercício físico e, mesmo pela simples atividade da vida diária, alterações do sono, perturbações cognitivas e muitas outras variadas manifestações.

O conjunto sintomático causa diversos níveis de incapacidade, os doentes frequentemente não conseguem manter a atividade que tinham antes e, por isso, o emprego e/ou o sucesso escolar ficam comprometidos, bem como afetam a vida pessoal, familiar e social. O quadro clínico pode persistir durante meses ou décadas.

Haverá cerca de 60 a 70 mil casos em Portugal e 1/4 são situações graves, que necessitam da ajuda de cuidadores, ficando os doentes confinados, no seu domicílio, todo ou a maior parte do tempo. Afeta pessoas sobretudo entre os 20 e os 60 anos, é mais frequente em mulheres, na maioria dos casos não é diagnosticado devidamente e causa avultados custos, diretos e indiretos. Não existe qualquer exame completar útil para o diagnóstico e o tratamento, apenas sintomático, é bastante insatisfatório.

Embora descrita há muitas décadas, esta patologia é pouco ou nada ensinada nas Escolas Médicas e não é bem compreendida pelos médicos, pelo que os doentes, em geral, não são levados a sério, o que aumenta o seu sofrimento e desinserção.

A síndrome pós-infeciosa denominada como Covid-Longa é muito semelhante à EM/SFC. Trata-se provavelmente da mesma entidade nosológica. Com características fisiopatológicas, clínicas e epidemiológicas que apenas divergirão pontualmente.

Por isso, esta condição relativamente rara e complicada, se tornou rápida e significativamente mais prevalente – aproximadamente 300 mil casos em Portugal –, despertando assim maior interesse.

Conferência com peritos mundiais para aumentar conhecimento

É, portanto, evidente que tem de se sensibilizar e capacitar mais a sociedade no seu todo – pessoal de saúde incluído – para esta realidade. Decorreu, por isso, nos passados dias 3 e 4 de abril, em Lisboa, na Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, a 1ª Conferência Internacional sobre os Avanços Clínicos e Científicos da Encefalopatia Miálgica/Síndrome de Fadiga Crónica/Covid-Longa. Esta reunião contou com a participação ativa – presencial ou à distância – de 28 peritos médicos e investigadores do Canadá, Estados Unidos, Brasil, Portugal, Inglaterra, Polónia, Alemanha e Suécia. E teve uma assistência, também no local ou online, que superou os 1600 inscritos, nacionais e internacionais, desde doentes, familiares e cuidadores até médicos e outros profissionais de saúde, investigadores, estudantes da área de saúde e jornalistas.

A Conferência tinha o triplo objetivo de mobilizar doentes, médicos e outros profissionais de várias áreas interessadas no tema, aumentar o conhecimento, destes atores e da população em geral, sobre estas síndromes e desenvolver uma plataforma para ação futura, no que respeita a formação, a investigação e a disseminação de informação sobre estas doenças e o apoio e a defesa dos doentes que afetam.

Após o notável sucesso desta Conferência, iniciamos uma fase de organização e planeamento. Para um futuro muito próximo, está já definido o início de um estudo epidemiológico que trará mais respostas. Esperamos que estes passos, já dados e previstos, nos conduzam ao melhor conhecimento de todos os aspetos destas patologias e, ao apoio individual e coletivo dos doentes que delas padecem.

 

Redes Sociais:
Email
X (Twitter)
Visit Us
Follow Me
YouTube
LinkedIn
Share
Instagram
ler mais
Redes Sociais:
Email
X (Twitter)
Visit Us
Follow Me
YouTube
LinkedIn
Share
Instagram
ler mais