Nuno Pires. Terapêutica tripla fixa veio “mudar o paradigma do tratamento” da DPOC

Celebram-se dois anos da chegada a Portugal da primeira terapêutica tripla fixa para os doentes com DPOC. Em entrevista, o diretor do Serviço de Pneumologia do Hospital de Barcelos destaca o impacto comprovado do fármaco na redução das exacerbações e da mortalidade e sublinha que no doente com agudizações o “fármaco de início é Trelegy”.