• médicos de família

Plano do Governo. Associação de Médicos de Família preocupada com “recursos esgotados ou no limite”

O Conselho de Ministros aprovou há poucas horas um plano de emergência para a Saúde e nos cuidados primários quer apostar na criação de Centros de Atendimento Clínico. Ao SaúdeOnline, o representante dos médicos de família mostra-se preocupado por muitos recursos já estarem “esgotados ou no limite”.

2024-06-03T15:45:23+01:0029 Mai, 2024|APP - Geral, MGFonline, Nacional, Últimas|

Nuno Jacinto. “Temos o dever de dignificar a MGF para termos melhores cuidados de saúde”

Nuno Jacinto, presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF), realça a necessidade de se dignificar a MGF, esperando que haja mudanças que tenham em conta as diferentes realidades do país. Em relação ao 41.º Encontro Nacional APMGF, aborda alguns dos temas em destaque.

  • médicos de família

Nuno Jacinto. “Temos o dever de dignificar a MGF para termos melhores cuidados de saúde”

Nuno Jacinto, presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF), realça a necessidade de se dignificar a MGF, esperando que haja mudanças que tenham em conta as diferentes realidades do país. Em relação ao 41.º Encontro Nacional APMGF, aborda alguns dos temas em destaque.

  • médicos de família

Nuno Jacinto. “Nunca foi tão necessário dignificar e valorizar a Medicina Geral e Familiar”

Nuno Jacinto foi reeleito presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF). Em entrevista ao SaúdeOnline garante um trabalho de continuidade na Associação e realça os desafios que a especialidade enfrenta na atual crise do SNS. É o caso da nova regulamentação das unidades de saúde familiar e o modelo unidade local de saúde.

“Apesar das dificuldades, temos de acreditar na Medicina Geral e Familiar”

Nuno Jacinto, presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF), alerta para a necessidade de se apostar na especialidade, que é a base do sistema, e espera que os cuidados de saúde primários não tenham "uma posição quase subalterna" nas unidades locais de saúde. 

Go to Top