30 Abr, 2021

Campanha alerta para o enfarte agudo do miocárdio

A campanha foi organizada pelos alunos de Relações Públicas e Comunicação Empresarial, da Escola Superior de Comunicação Social, de Lisboa.

A Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC) vai promover uma ação de consciencialização para o enfarte agudo do miocárdio, com o mote “Coração de Mãe. Se quer o futuro, cuide do Presente”. A campanha alerta para a incidência do enfarte agudo do miocárdio nas mulheres.

O presidente da APIC, João Brum Silveira, alerta que “em Portugal, a incidência do enfarte agudo do miocárdio continua a ser elevada. Esta realidade deve-se, em muito, ao estilo de vida contemporâneo”.

Com esta campanha a associação pretende “consciencializar as mulheres para a adoção de um estilo de vida mais saudável, para que no futuro possam beneficiar de uma vida com os seus filhos”, afirmou.

Acrescentou ainda que “todos os dias estamos sujeitos a elevados níveis de stress e de ansiedade. As mulheres não são exceção, uma vez que vão gerindo, por vezes ao mesmo tempo, as suas tarefas profissionais e as pessoais. Além disso, também os fatores  de risco como hipertensão, dislipemia, diabetes, menopausa, tabagismo, excesso de peso e sedentarismo contribuem para o aumento do risco de desenvolver esta doença”.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), em 2018, registaram-se 4620 enfartes agudo do miocárdio, que atingiram, maioritariamente homens, com uma relação de 136,2 óbitos de homens por 100 mulheres. A idade média do óbito para as mulheres situou-se nos 81,4 anos.

Outros dados do Registo Nacional de Cardiologia de Intervenção (RNCI), desenvolvidos pela APIC, indicam que, em 2020, foram realizadas 3917 angioplastias primárias para o tratamento do enfarte agudo do miocárdio, havendo um aumento de 2,5%, em relação ao ano anterior.

Cerca de um quarto dos doentes tratados foram mulheres, com uma média de idade de 69 anos, e um índice de massa corporal médio de 29,5%, sendo que 26% das mulheres eram fumadoras.

O enfarte agudo do miocárdio ocorre quando uma das artérias do coração fica obstruída, o que faz com que uma parte do músculo cardíaco fique em sofrimento por falta de oxigénio e nutrientes. A dor no peito, suores, náuseas, vómitos, falta de ar e ansiedade são sintomas de alarme para o enfarte agudo do miocárdio.

SO

ler mais

RECENTES

ler mais