6 Fev, 2020

APDP lança petição para criar registo nacional de diabetes tipo 1

Petição para levar ao Ministério da Saúde inicia hoje angariação de assinaturas

A Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal (APDP) lançou hoje uma petição para levar o Ministério da Saúde a criar um registo nacional de diabetes tipo 1, que deverá ser atualizado anualmente.

“Pelas suas implicações, a diabetes tipo 1 exige uma abordagem muito própria e de grande exigência. E, apesar do aumento da sua incidência e prevalência, não existe, em Portugal, um programa estruturado e coerente que aborde a diabetes tipo 1 em todas as idades”, refere a APDP em comunicado.

Para o presidente da associação, José Manuel Boavida, “um registo nacional atualizado que permita a aquisição de mais e melhor conhecimento científico sobre a real dimensão da diabetes, permite pensamento crítico para uma melhor definição das políticas de saúde relacionadas com a doença e para o enquadramento de novas perspetivas terapêuticas a nível imunológico e tecnológico”.

A concretização de um registo nacional em vários países da Europa foi um ponto de partida para promover estratégias mais eficientes de controlo da doença, refere a associação, adiantando que a educação terapêutica, o acompanhamento multidisciplinar, o autocontrolo e a autogestão são ferramentas fundamentais para quem vive com esta patologia.

“A diabetes tipo 1, doença que se pode desenvolver em qualquer idade, é ainda pouco conhecida pela população em geral, dos decisores de políticas de saúde e frequentemente confundida com a diabetes tipo 2, muito mais prevalente. Uma gestão eficiente da doença com dados atualizados é crucial”, sublinha José Manuel Boavida em comunicado.

Por estas razões, os peticionários pedem à Assembleia da República que recomende ao Ministério da Saúde a concretização de um registo nacional de diabetes tipo 1, atualizado anualmente.

A petição, disponível em https://participacao.parlamento.pt/initiatives/1051, tem o apoio da Associação Mellitus Criança, do Grupo Diabéticos, da Sociedade Portuguesa de Diabetologia, da Secção de Endocrinologia e Diabetologia Pediátrica da Sociedade Portuguesa de Pediatria e do Núcleo de Estudos da Diabetes Mellitus da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna.

Estima-se que em todo o mundo 1,1 milhão de crianças e adolescentes com menos de 20 anos, tenham diabetes tipo 1, sendo uma das doenças crónicas mais comuns na infância, mas também pode aparecer em adultos e até em idosos.

Pessoas com diabetes tipo 1 necessitam de terapêutica com insulina para toda a vida porque o pâncreas deixa de a poder fabricar.

A causa deste tipo de diabetes não é, ainda, plenamente conhecida e não está diretamente relacionada com hábitos de vida ou de alimentação menos corretos.

SO/Lusa

 

Notícias relacionadas:


APDP lança petição para criar registo nacional de diabetes tipo 1

Petição para levar ao Ministério da Saúde inicia hoje angariação de assinaturas

Deputados socialistas apresentam proposta de recomendação ao governo para a celebração de um acordo de âmbito nacional entre a ACSS e a APDP por um período de cinco anos

Foi ontem apreciada em sessão plenária, na Assembleia da República (AR), a petição lançada pela da Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (APDP), que solicita o reforço e o reconhecimento do seu papel como centro de referência nacional no tratamento da diabetes, através da sua integração no Serviço Nacional de Saúde.

Parlamento aprecia hoje petição para Integração da APDP no Serviço Nacional de Saúde

A petição lançada pelo ex-procurador Geral da República, José Cunha Rodrigues, que defende a integração da Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (APDP) no Serviço Nacional de Saúde, com base no problema de saúde pública que representa a diabetes, vai estar amanhã em apreciação na Assembleia da República.

ler mais

RECENTES

ler mais