“É mais fácil apontar para ter todos os doentes o mais próximo possível dos 130/80 mmHg”

A internista do Hospital Garcia de Orta acredita que, com mais formação e divulgação das guidelines, será possível reduzir a inércia terapêutica.