27 Out, 2016

Taxa de fecundidade no Brasil caiu 42% entre 1980 e 2000

Para 2030, o estudo aponta que a projeção de crescimento das famílias brasileiras ficará dentro de uma taxa de fecundidade de 1,51 filhos por mulher, chegando a 1,50 em 2060

A taxa de fecundidade no Brasil caiu de 4,12 filhos para 2,39(-42%) filhos entre 1980 e 2000, segundo um estudo divulgado hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Para 2030, o estudo aponta que a projeção de crescimento das famílias brasileiras ficará dentro de uma taxa de fecundidade de 1,51 filhos por mulher, chegando a 1,50 em 2060.

AS projeções apontam para que em 2060, o Brasil tenha 8,9 milhões de crianças com idades até 4 anos, praticamente a metade do registo de 1980, quando o país tinha 16,9 milhões de crianças nesta faixa etária.

Por outro lado, a pesquisa reafirma que a esperança de vida está a crescer no Brasil, tendo passado de 62 anos para ambos os sexos em 1980 para 66 anos em 1990 e para 69 anos na década seguinte (2000).

Os dados do IBGE também projetaram que o número de idosos com 80 anos ou mais deve chegar a 19 milhões em 2060, crescendo mais de 27 vezes em relação a 1980, quando o Brasil tinha menos de um milhão de pessoas nesta faixa etária.

Em 2016, o IBGE projeta que o país tenha cerca de 3,4 milhões de pessoas com mais de 80 anos.

LUSA

ler mais

RECENTES

ler mais