27 Set, 2018

Obesidade duplica risco de incontinência em mulheres mais jovens

O risco de mulheres mais jovens terem incontinência urinária quase duplica se essas mesmas mulheres forem obesas, revela uma metanálise realizada por uma equipa de investigadores da Universidade de Queensland, na Austrália.

Em comparação com mulheres com um Índice de Massa Corporal (IMC) normal, as mulheres obesas (com um IMC superior a 30), têm 1,95 vezes mais probabilidade de desenvolverem incontinência urinária (IU). O risco reduz-se para um terço no caso das mulheres com excesso de peso (IMC entre 25 e 30). “No geral”, escrevem os autores, “a estimativa combinada do risco para o desenvolvimento da IU devido à exposição ao excesso de peso (sobrepeso mais obesidade) foi de 1,68”.

A equipa, liderada por Tayla Lambert, analisou 14 estudos (publicados até setembro de 2017) envolvendo uma amostra total de 47.293 mulheres de oito países: Austrália, França, Estados Unidos, Dinamarca, Inglaterra, Escócia, País de Gales e Holanda. Os investigadores selecionaram estudos que incidiram sobre mulheres com 55 ou menos anos, peso em excesso e um follow-up de dois anos ou mais.

No que diz respeito à idade, os investigadores não encontraram diferenças no risco de IU entre mulheres com menos de 36 anos de idade (jovens) e aquelas entre 36 e 53 anos (meia-idade).

Considerada uma doença que afeta, na maior parte das vezes, mulheres mais velhas e que já tiveram filhos, a incidência da incontinência urinária tem vindo a crescer entre as mulheres mais jovens e nulíparas. Estudos recentes sugerem que o excesso de peso e a obesidade aumentam o risco de IU em mulheres, possivelmente porque o excesso de peso abdominal aumenta a pressão sobre a bexiga.

Os autores também determinaram se o excesso de peso estava associado a um risco aumentado para qualquer um dos quatro subtipos de IU: IU de esforço; IU de urgência; IU mista; IU severa. Dos 14 estudos analisados, 5 forneceram estimativas de risco em função do tipo de incontinência. Assim, o risco para a IU mista foi de 2,45, seguido por 2,28 para a IU grave, 1,90 para a IU de urgência e 1,83 para a IU de esforço.

Saúde Online

ler mais

RECENTES

ler mais