Lisboa recebe 2.ª Conferência Europeia sobre Comportamentos Aditivos e Dependências

A LISBON ADDICTIONS 2017 tem lugar nos dias 24, 25 e 26 de outubro, no Centro de Congressos de Lisboa e conta com a presença de vários peritos internacionais na área dos comportamentos aditivos e das dependências.

Serão debatidos os últimos desenvolvimentos do conhecimento científico, abordando novos desafios e áreas em desenvolvimento como as drogas ilícitas, o álcool, o tabaco, o jogo, a internet e darkNets.

A sessão inaugural — Science Speaks to Policy (dia 24, às 9H00) — tem confirmada a intervenção  de Alexandre Quintanilha, Cientista e Presidente da Comissão Parlamentar de Educação e Ciência da Assembleia da República e Vladimir Poznyak, Coordenador do Departamento de saúde mental e abuso de substâncias da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Na cerimónia de abertura (dia 24, 10H30–11H00), contaremos com a intervenção de Fernando Araújo, Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, João Goulão, Diretor Geral do Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD) e Alexis Goosdeel, Diretor do Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (EMCDDA). Será, ainda, emitida uma mensagem vídeo do Comissário Europeu para a Saúde e Segurança Alimentar, Vytenis Andriukaitis.

 A Lisbon Addictions 2017 foi pensada em torno de quatro temas:

  • Da ciência para a política e da política para a ciência;
  • Avaliando dependências — uma questão de escala;
  • Limites da adição;
  • Futuros desafios nas dependências.

Durante três dias, serão efetuadas mais de 500 apresentações, exibidos mais de 200 posters e terão lugar mais de 20 palestras proferidas por investigadores e profissionais reconhecidos mundialmente.

 Conferência é coorganizada pelo Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e  nas  Dependências (SICAD, Portugal), a revista Addiction, o Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (EMCDDA) e a International Society of Addiction Journal Editors (ISAJE).

Esta edição, conta com mais de 1200 inscrições, originárias de todos os continentes, num total de 70 países, abrangendo as sete regiões da OMS. A Lisbon Addictions 2017 foi estruturada para alcançar uma audiência multidisciplinar e nela serão abordadas matérias como a epidemiologia, as políticas públicas, a investigação clínica, a psicofarmacologia e as ciências sociais e comportamentais.

 Dos vários parceiros que se juntaram a este evento, destacamos organizações internacionais como as Nações Unidas; o Conselho da Europa e a Comissão Europeia.

 Mais informações: www.lisbonaddictions.eu

 

Comunicado/SO

 

ler mais

RECENTES

ler mais