23 Abr, 2018

Hospital Central de Maputo vai ter serviços de radioterapia a partir de julho

O Hospital Central de Maputo vai ter serviços de radioterapia a partir de julho, evitando deslocações de doentes oncológicos para outros países.

“Fizemos um levantamento de pacientes tratados no estrangeiro via junta médica [do Estado] em 2016 e constatámos que 159 foram a países como Índia, Portugal e África do Sul”, referiu Ridwaan Esmail, responsável pela área de Imagiologia e Radioterapia no Ministério da Saúde (MISAU), citado pela edição de hoje do jornal moçambicano Notícias.

A nova valência de Radioterapia vai ter uma equipa de 12 pessoas no HCM e obrigou à formação de médicos, técnicos de saúde, enfermeiros e pessoal de apoio, acrescentou. O novo serviço terá capacidade de tratar anualmente cerca de 300 pacientes, mais vai arrancar numa altura em que ainda são escassos os dados sobre quantos doentes oncológicos há em Moçambique.

Com base nos registos nos hospitais centrais de Maputo, Beira (centro) e Nampula (norte), estima-se que o país registe anualmente 3.500 novos casos de cancro, refere o jornal. Até aqui, a cirurgia e a quimioterapia constituem as principais formas de tratamento.

Lusa/So

ler mais

RECENTES

ler mais