19 Out, 2018

Europa disseminou tuberculose mas doença evoluiu consoante regiões, diz estudo

A migração a partir da Europa disseminou a principal estirpe da tuberculose existente atualmente, primeiro para a Ásia e depois para África e América, indica um estudo recentemente divulgado.

O estudo, publicado no boletim Science Advances, sugere também que a resistência a medicamentos evoluiu de forma diferente em várias regiões, devido a adaptações locais da doença, pelo que o tratamento pode ser mais eficaz se feito individualmente por cada país.

No ser humano a tuberculose é uma doença causada pela bactéria “Mycobacterium tuberculosis”, também conhecida como “bacilo de Koch”, que afeta principalmente os pulmões. Existem sete estirpes sendo a mais disseminada a estirpe quatro.

Segundo a Associação Americana para o Avanço da Ciência, que publica o boletim Science Advances, a investigação envolveu a análise de 1.669 genomas da estirpe mais comum em 15 países, da Europa, África e Américas.

Os investigadores descobriram que o ancestral mais recente da estirpe quatro existia por volta do ano 1096 e que terá tido origem na Europa. A migração no período colonial levou à dispersão da estirpe, com a primeira vaga em direção ao sudeste asiático, começando no século XIII, e a segunda dirigida para África no século XV. Seguiu-se a América, com a chegada dos primeiros colonos europeus, a partir de 1492.

LUSA

ler mais

RECENTES

ler mais