Venezuela: Portugal vai reforçar canais para fazer chegar medicamentos aos luso-venezuelanos

Portugal vai reforçar os canais para fazer chegar medicamentos aos luso-venezuelanos, uma área com "grandes carências" anunciou hoje a secretária de Estado da Saúde, Rosa Valente Matos.

Portugal vai reforçar os canais para fazer chegar medicamentos aos luso-venezuelanos, uma área com “grandes carências” anunciou hoje a secretária de Estado da Saúde, Rosa Valente Matos.

“Há de facto aqui uma grande carência na área do medicamento à qual o Governo português tem estado atento e respondendo. E vamos ainda responder mais e melhor. E por isso vamos assinar um protocolo onde esta área do medicamento é bastante focada e vão ser criados canais mais facilitadores para que os medicamentos cheguem efetivamente àqueles que precisam dele”, disse.

Rosa Valente Matos falava à agência Lusa, em Anzoátegui (320 quilómetros a leste de Caracas), durante uma visita ao Centro de Especialidades Médicas Virgem del Valle, onde funciona um dos núcleos da Rede Portuguesa de Assistência Médica e Social.

“Será assinado envolvendo o Governo de Portugal e as entidades responsáveis como a Embaixada (de Portugal em Caracas), os consulados e obviamente a Associação de Médicos Luso-venezuelanos (Assomeluve) que constituiu esta rede”, disse.

Rosa Valente Matos que está na Venezuela pela primeira vez como secretária de Estado da Saúde, integra uma delegação que acompanha o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, que está de visita à Venezuela.

“Estamos aqui h