Declaração Universal da Igualdade de Género pode ser aprovada já em 2017

O autor da proposta de elaboração da Declaração Universal da Igualdade de Género disse hoje que “há todos os motivos” para que o projeto, nascido em Portugal, seja concretizado em 2017, durante a administração da diretora geral da UNESCO, Irina Bokova. Rui Nunes revelou ainda , estar a “estabelecer contactos” para convidar a jovem paquistanesa, Prémio Nobel da Paz, Malala Yousafza, conhecida pelo seu papel de ativista pela educação, para ser a embaixadora internacional do projeto.