6 Ago, 2018

Sindicatos de enfermeiros acusam Governo de “iludir” classe

O Sindicato Independente Profissionais de Enfermagem (SIPE) e o Sindicato dos Enfermeiros (SE) acusaram hoje o Governo de estar a "iludir" os profissionais e confirmaram a greve nacional convocada para os dias 13 a 17.

“Estão a iludir os enfermeiros na reposição de escalões remuneratórios e a contagem do tempo, segundo o compromisso do Governo, que está a transformar-se numa peça grotesca e perigosa”, lê-se no documento que acompanha o pré-aviso de greve e foi distribuído aos jornalistas.

Em conferência de imprensa, no Porto e cerca de três horas antes da hora prevista para o início da reunião marcada hoje pela Ordem dos Enfermeiros, o SIPE e o SE avançaram que não vão estar presentes na sessão com a bastonária e quiseram avançar com as medidas que consideram pertinentes para a negociação com a tutela.

O SIPE e o SE apresentaram o pré-aviso de uma greve que já tinha sido anunciada em comunicado a 27 de julho e vincaram que constituem fundamentos desta greve a negociação de um Acordo Coletivo de Trabalho para a carreira especial de enfermagem.

Também são reivindicações a anulação ou revogação de quaisquer atos de marcação de faltas injustificadas ou procedimentos disciplinares na sequência de participação no movimento dos enfermeiros especialistas.

O SIPE e o SE – que juntos formam a Federação Nacional dos Sindicatos dos Enfermeiros (FENSE) e representam cerca de 10.000 profissionais – exigem ainda o descongelamento da carreira, afirmando que “o Estado deve aos enfermeiros 13 anos, sete meses e 25 dias nas progressões”.

Questionados sobre o porquê de não marcarem presença na reunião convocada pela Ordem dos Enfermeiros, para a qual foram convocados todos os sindicatos do setor, José Pereira Azevedo (SE) e Fernando Correia (SIPE) afirmaram que “a ordem convocou outros movimentos para além dos sindicais” e defenderam que “a Ordem nem se devia meter na esfera sindical”.

O pré-aviso de greve diz respeito ao período entre as 00:00 horas de 13 de agosto e as 24:00 de dia 17 do mesmo mês.

LUSA

ler mais

RECENTES

ler mais