21 Abr, 2020

Santa Maria inicia hoje testes de imunidade a doentes e profissionais

Testes feitos a partir de hoje no Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte permitem aferir o grau de exposição ao novo coronavírus.

Em pouco mais de um mês, entre 10 de março e 19 de abril, o centro hospitalar realizou 8.000 testes de diagnóstico à covid-19, sendo a percentagem média de casos positivos de 7%, somando utente e profissionais, adianta em comunicado o CHULN, que engloba os hospitais Santa Maria e Pulido Valente.

Até ao último fim de semana foram feitos 1.160 testes a profissionais do centro hospitalar, adianta.

Ainda neste período, foram efetuados 1.200 testes a utentes de outros hospitais e lares.

Na última semana, o Serviço de Patologia Clínica realizou, em média, mais de 300 testes diários, tendo atingido um máximo de 461 rastreios num único dia, refere o centro hospitalar.

“Além do reforço de atividade nesta área, onde garante também rastreio a utentes de lares e de outros hospitais da região Sul, o Serviço de Patologia Clínica do CHULN começa hoje a efetuar testes serológicos quantitativos (IgM e IgG) a doentes e profissionais do centro hospitalar, que permitem aferir o grau de exposição ao novo coronavírus”, salienta no comunicado.

SO/LUSA

 

[box] Notícias Relacionadas:

Hospitais terão 5 mil testes rápidos que mostram resultados em menos de uma hora

Anúncio foi feito hoje pelo secretário de Estado da Saúde mas ainda não há data para os testes começarem a ser distribuídos.

Dois serviços do Santa Maria transferidos para o Pulido Valente

Os hospitais de dia de Imunoalergologia e de Reumatologia do Santa Maria vão ser transferidos para o Pulido Valente.

Santa Maria: Grávidas não infetadas voltam a ter acompanhantes durante o parto

O Centro Hospitalar de Lisboa Norte realça que o acompanhante pode acompanhar a grávida no parto e nas duas horas seguintes ao nascimento da criança.

Farmácia do hospital de Santa Maria vai entregar medicamentos em casa

Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte começa esta semana a entregar, de forma gratuita, medicação ao domicílio “ao maior número possível de doentes”.

[/box]
ler mais

RECENTES

ler mais