27 Dez, 2016

Penafiel, Vila do Conde e Vizela com novas unidades para rastreio do cancro da mama

O Núcleo Regional do Norte da Liga Portuguesa Contra o Cancro anunciou hoje ter adquirido três unidades de rastreio do cancro da mama que funcionarão em Penafiel, Vila do Conde e Vizela

Segundo um comunicado daquele núcleo, os equipamentos estão dotados de “modernos mamógrafos digitais diretos” e vão permitir “a total cobertura da área de influência da Administração Regional de Saúde do Norte”.

A aquisição das três novas unidades de rastreio do cancro da mama representou um investimento de um milhão de euros.

O Programa de Rastreio do Cancro da Mama da LPCC – Núcleo Regional do Norte foi iniciado em 1999 fica agora a contar com 19 unidades de rastreio.

As unidades vão permitir, em ciclos de dois anos, o rastreio a 655.000 mulheres, dos 45 ao 69 anos, inscritas nos centros de caúde da área de influência da Administração Regional de Saúde do Norte, o que “justifica o esforço financeiro do Núcleo Regional do Norte da Liga Portuguesa Contra o Cancro na aquisição destes modernos equipamentos”.

O cancro da mama é a neoplasia mais frequente no sexo feminino. Estima-se que afeta uma em cada nove mulheres ao longo da sua vida.

“Apesar da taxa de incidência de cancro da mama estar a aumentar, verifica-se atualmente uma redução da sua mortalidade e esse declínio deve-se a vários fatores e como causas primárias estão os programas de rastreio mamográficos organizados e os atuais tratamentos”, assinala-se no comunicado.

ler mais

RECENTES

ler mais