3 Mar, 2021

“Olhar de Frente a DMI” alerta para cuidados com a visão

O Grupo de Estudos da Retina alerta, através desta campanha, para cuidados a ter com o surgimento da DMI (Degenerescência Macular da Idade).

Acaba de ser lançada a campanha “Olhar de frente a DMI”, que conta com o apoio do Grupo de Estudos da Retina (GER), e que tem como objetivo de reforçar o envolvimento dos doentes na  automonitorização da Degenerescência Macular da Idade (DMI). O movimento relembra que é fundamental o correto acompanhamento médico e manutenção da terapêutica, sendo a campanha composta por alguns materiais que os médicos podem disponibilizar aos doentes que acompanham.

Em tempo de pandemia, tem sido notório um receio por parte dos doentes em consultarem o seu médico oftalmologista, o que tem conduzido a uma dificuldade na manutenção da terapêutica. No caso da DMI (Degenerescência Macular da Idade) esta situação é urgente e não pode ser adiado o tratamento, uma vez que as lesões provocadas ao nível da retina são irreversíveis, podendo conduzir a situações de cegueira.

O GER apoia a divulgação desta campanha, e de acordo com José Henriques, presidente do GER, “no tratamento da DMI é fundamental a relação que se estabelece entre o médico e o doente. Podemos defini-la como uma relação terapêutica, em que o envolvimento do doente e a relação de confiança que se estabelece tem um impacto direto no resultado do tratamento. Esta campanha proporciona-nos um conjunto de elementos que podem contribuir para uma maior aproximação ao doente e reforço da confiança”.

A campanha, que arranca no final do mês de fevereiro, é composta por um conjunto de elementos para comunicação com o doente: um site que congrega todos os elementos e um guia sobre a DMI, que pretende facilitar a compreensão da doença, por parte dos doentes, familiares e cuidadores. Tem ainda um guia com recomendações sobre o modo de como adaptar a casa, de forma a simplificar o dia dos doentes com DMI, bem como uma grelha de Amsler que permite, de forma simples, uma automonitorização diária da doença.

O projeto conta ainda com o apoio da Novartis.

ler mais

RECENTES

ler mais