“Os internistas gostam de fazer urgência, mas as condições oferecidas são muito difíceis”

Lèlita Santos terminou o seu mandato como presidente da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI). Em entrevista, falou do facto de cada vez menos jovens médicos optarem por ingressar na Medicina Interna, "não pela especialidade em si", mas pelas condições que lhes são oferecidas, nomeadamente no que diz respeito à "desorganização" dos serviços de urgência.

“Só valorizando o trabalho médico conseguiremos reter estes profissionais no SNS”

Fernando Salvador é o presidente 30.º Congresso Nacional de Medicina Interna, que se realiza de 23 a 26 de maio, no Algarve. Em entrevista ao Saúde Online, o diretor do Serviço de Medicina Interna do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro falou das novidades, inovações e objetivos deste que é o maior evento anual da SPMI. Mas não é tudo… o especialista lamenta a “crise”, atualmente, vivida pelo SNS e refere que é fundamental melhorar as condições laborais dos profissionais, evitando perdê-los para a medicina privada ou para o estrangeiro.

  • doença crónica

Doença crónica grave e gravidez: como gerir

Inês Palma Reis, especialista em Medicina Interna e coordenadora do Núcleo de Estudos de Medicina Obstétrica da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI) é uma das oradoras do 30º Congresso Nacional de Medicina Interna, que decorre de 23 a 26 de maio no Centro de Congressos do Algarve. Na sua intervenção, a médica irá abordar a gestão de uma doença crónica grave pré-existente durante a gravidez.

Go to Top