6 Jan, 2017

MSD Portugal integra nas suas operações portfólio de vacinas da joint venture com a Sanofi Pasteur

A partir de 1 de janeiro, a MSD Portugal passou a integrar o portfólio de vacinas até há pouco abrangidas pela joint venture com a Sanofi Pasteur, denominada SPMSD (Sanofi Pasteur MSD), cujo fim foi anunciado em março de 2016

A partir do passado dia 1, a MSD Portugal passou a integrar o portfólio de vacinas até há pouco abrangidas pela joint venture com a Sanofi Pasteur, denominada SPMSD (Sanofi Pasteur MSD), cujo fim foi anunciado no ano passado. Tal como acontecerá em 18 países europeus, a MSD Portugal irá agora gerir de forma independente o amplo portfólio de vacinas pediátricas, para adolescentes e para adultos e prosseguir com a sua própria estratégia de crescimento, informou a empresa em comunicado..

Na mesma nota, a A MSD Portugal diz “orgulhar-se de continuar a construir o futuro tendo por base o considerável sucesso alcançado pela SPMSD nas duas últimas décadas sob a perspetiva de saúde pública e de negócio e que continua empenhada em impulsionar o crescimento e otimizar a cobertura de vacinas para proteger milhares de vidas em Portugal”.

“A nossa já longa história de sucesso na investigação, produção e distribuição de vacinas é o alicerce sobre o qual queremos construir um futuro ainda mais saudável para pessoas de todas as idades em todo o Mundo. A integração da área de Vacinas no portfólio da MSD fortalecerá a nossa posição como líder em vacinação e na prevenção de doenças infeciosas, contribuindo para a prevenção de doenças agora raras, como o sarampo e a papeira, e de doenças nunca antes encaradas como preveníveis, exemplo do Herpes Zoster e do cancro cervical”.

A desenvolver vacinas há mais de um século

Há mais de 100 anos, que a MSD desempenha um papel determinante na História das vacinas. Atualmente, a MSD fornece por ano mais de 150 milhões de doses de vacinas em todo o Mundo. A MSD também pesquisa potenciais soluções para lidar com necessidades de saúde globais críticas. Durante a vigilância da epidemia de Ébola em 2014, a MSD empenhou-se e desenvolveu uma vacina experimental conta o vírus Ébola, a V920 (rVSVΔG-ZEBOV-GP atenuado vivo), que recebeu o estatuto de medicamento prioritário (PRIME) atribuído pela Agência Europeia do Medicamento (EMA) em 2016. Para além do desenvolvimento da V920, a MSD possui um leque alargado de produtos no pipeline e explora formas de garantir que em todos os lugares do Mundo as pessoas tenham acesso à proteção de que precisam.

Em março de 2016, e após uma história de sucesso de 20 anos, a MSD e a Sanofi Pasteur anunciaram a intenção de terminar com as operações conjuntas no campo das vacinas. Considerando as prioridades estratégicas individuais de cada companhia e o ambiente económico e regulamentar da União Europeia, as duas empresas acordaram em pôr termo à joint venture e prosseguir com o crescimento individual de cada empresa.

Fonte: Comunicado de imprensa/SO

 

ler mais

RECENTES

ler mais