23 Fev, 2017

Tutela elogia modernização dos serviços de saúde dos Hospitais de Coimbra

Manuel Delgado afirma que a telemedicina "evita que os doentes tenham de circular pelo país, oferece vantagens do ponto de vista económico, permite mais conforto e bem-estar dos doentes e, mais do que isso, torna mais rápida a realização dos diagnósticos e a instituição das terapêuticas"

O secretário de Estado da Saúde, Manuel Delgado, elogiou hoje o papel do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) na modernização dos modelos de prestação de serviços de saúde através da telemedicina.

Numa visita ao CHUC, Manuel Delgado assistiu à consulta de cardiologia por telemedicina, entre o Serviço de Cardiologia B do pólo Hospital Geral e a extensão de saúde de Granja do Ulmeiro, do Centro de Saúde de Soure, e à inauguração da consulta de hematologia clínica com o Centro Hospitalar Cova da Beira.

“Os CHUC estão de parabéns por todo este modelo que tem desenvolvido a par com os cuidados primários e com outros hospitais da região”, sublinhou.

O secretário de Estado da Saúde disse que irá dar “todo o contributo que seja possível para que estes projetos vão para a frente, porque são projetos reprodutivos, na medida em que se pagam por si próprios, na medida em que vão a jusante a economizar dinheiro em custos de transportes, de tratamentos e de consultas sucessivas que são evitadas”, salientando que esta inovação é uma aposta da tutela, que pretende incentivar todas as iniciativas hospitalares neste tipo de projetos.

“Temos os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) fortemente empenhados em apoiar com as tecnologias necessárias. E a experiência que tivemos hoje mostrou que o sistema funciona muito bem, sem falhas, nem de imagem nem de som”.

O governante anunciou ainda que o ministério “está a criar um modelo de incentivos justamente para áreas que nos hospitais possam ter uma massa crítica, uma qualidade e uma diferenciação que projetem a sua imagem e capacidade de trabalho para fora dos seus muros”.

“Esses incentivos, que são os chamados centros de responsabilidade integrada, dados a essas equipas, serão uma mais-valia económica para os próprios profissionais, mas são, sobretudo, um fator de atratividade para esses centros e de promoção dentro dos próprios hospitais e na região”, sublinhou.

Manuel Delgado inaugurou ainda a exposição “135 anos de ensino de Enfermagem em Coimbra”, promovida pela Escola Superior de Enfermagem de Coimbra e que se encontra patente ao público no átrio principal do polo do hospital universitário.

LUSA/SO

 

Msd - banner_final

ler mais

RECENTES

ler mais