13 Jul, 2021

Macron anuncia vacinação obrigatória de profissionais de saúde

Para além dos profissionais de saúde, esta obrigação inclui também todo o pessoal dos lares e hospitais, incluindo administrativo.

O Presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou que a vacinação contra a covid-19 vai passar a ser obrigatória para todos os profissionais que trabalham com pessoas frágeis em hospitais e lares a partir de 15 de setembro.

Para além dos profissionais de saúde, esta obrigação inclui também todo o pessoal dos lares e hospitais, incluindo pessoal administrativo.

Igualmente as pessoas que prestam assistência a idosos ao domicílio vão ser abrangidas por esta medida.

Ao todo, em França, a medida pode abranger cerca de 1 milhão de pessoas.

Macron disse ainda que a partir de 15 de setembro haverá controlos nos hospitais e lares para verificar que os profissionais de saúde em contacto com doentes ou pessoas idosas têm a vacinação em dia.

“Quando a ciência nos oferece os meios de nos protegermos, devemos utilizá-los com confiança”, afirmou o Presidente gaulês durante uma comunicação ao país.

O Presidente avançou ainda que vai refletir sobre o alargamento da vacinação obrigatória para toda a população caso continue a haver resistência desta em receber as duas doses da vacina.

“Dependendo da evolução da situação, devemos sem dúvida colocar a questão da vacinação obrigatória para todos os franceses, mas faço a escolha da confiança e peço solenemente todos os nossos concidadãos não vacinados a vacinarem-se a partir de hoje, o mais rápido possível”

Emmanuel Macron chamou a esta época do ano, o “verão da mobilização” pela vacinação, indicando que no regresso às aulas, haverá mesmo centros de vacinação nas escolas.

Também a pensar na ‘rentrée’, o Presidente disse que as pessoas mais velhas, que começaram a ser vacinadas em janeiro, vão começar a ser chamadas para uma terceira dose da vacina a partir de setembro.

LUSA

ler mais

RECENTES

ler mais