1 Abr, 2021

Instabilidade na ANF leva Paulo Cleto Duarte a demitir-se

João Cordeiro veio colocar em causa as contas do organismo, levando o atual presidente a convocar eleições. Farmacêuticos tentam impedir saída da direção.

O presidente da Associação Nacional das Farmácias (ANF) apresentou recentemente a demissão perante a instabilidade criada pelo fundador da ANF João Cordeiro, que veio colocar em causa as contas apresentadas por aquele organismo.

Paulo Cleto Duarte, presidente da ANF, convocou entretanto eleições antecipadas, e garante que não será candidato, revelaram fontes próximas ao DN.

Na origem da instabilidade no seio da associação está um vídeo publicado no YouTube por João Cordeiro, em que o ex-presidente e fundador levanta dúvidas sobre as contas apresentadas pela ANF. As contas de 2020 foram aprovadas, como o próprio admite naquela gravação, com 99,5% dos votos, tal como o orçamento para 2021 e o plano económico e financeiro 2021-2032.

Na mensagem, entretanto retirada, João Cordeiro diz que irá dedicar-se à missão de recolher assinaturas para afastar Cleto Duarte e assegurar nomes para constituir uma lista candidata às eleições antecipadas.

Paulo Cleto Duarte, de 48 anos, foi reeleito presidente da ANF em março de 2019, conquistando 90,9% dos votos para a Direção, 89,2% para a Assembleia Geral, 89,4% para o Conselho Disciplinar e 89,5% para o Conselho Fiscal. Votaram 2.537 farmácias. É presidente da ANF desde 2013. Antes tinha sido secretário-geral e vice-presidente da Direção quando o organismo era liderado por João Cordeiro.

Segundo o DN, está a gerar-se um movimento de apoio entre os farmacêuticos no sentido de impedir a saída da atual direção.

SO

ler mais

RECENTES

ler mais