29 Abr, 2020

Hospital do Funchal abre nova unidade de internamento polivalente

Unidade destina-se a doentes com covid-19 e tem capacidade para receber 30 pessoas em simultâneo.

Esta unidade, que entrou em funcionamento na segunda-feira, é também polivalente, porque permite acolher doentes que partilham entre si o facto de estarem infetados com o novo coronavírus, mas que poderão ser da área pediátrica, adultos e, dentro destes, doentes com insuficientes renais e grávidas.

“Esta nova área dá resposta a situações diversas, onde as camas disponibilizadas podem ser para doentes de enfermaria com monitorização básica e onde podem ser escalonados os cuidados necessários de acordo com as necessidades fisiopatológicas do doente”, refere o diretor clínico do Sesaram, Júlio Nóbrega, em comunicado de imprensa.

A estrutura permite tratar doentes críticos que necessitem de ventilação artificial, de uma monitorização mais agressiva ou de técnicas de substituição da função renal (hemodiálise) contínua ou intermitente.

“Esta unidade está ainda dotada de áreas diferenciadas de acordo com a contagiosidade do doente”, lê-se no comunicado.

O diretor clínico do Sesaram esclarece que há cuidados próximos ao doente com níveis de equipamento diferentes, pelo que foram definidas áreas vermelhas (de proximidade), amarelas (mais distantes) e verdes, em que se exige ao profissional o uso dos equipamentos adequados.

A unidade tem ainda três isolamentos de pressão variável, ou seja, salas onde se consegue controlar a pressão, evitando que o doente com covid-19 contagie o ambiente exterior ao confinamento.

A nova área constitui um reforço da unidade já existente, com capacidade para 40 camas, para acolher pessoas infetadas com o SARS-CoV-2.

No arquipélago da Madeira, as autoridades de saúde já registaram 86 casos de covid-19, com 35 doentes recuperados.

SO/LUSA

ler mais

RECENTES

ler mais