4 Nov, 2020

Hospital da Guarda reabre área dedicada a doentes respiratórios

ADR-SU do hospital reabriu na terça-feira e destina-se “aos doentes com suspeita de infeção respiratória, incluindo os doentes suspeitos de contaminação pelo novo coronavírus”.

O Hospital Sousa Martins (HSM), na Guarda, reabriu a Área Dedicada para Doentes Respiratórios do Serviço de Urgência (ADR-SU), para dar resposta à pandemia causada pela covid-19, foi hoje anunciado.

A Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda refere em comunicado enviado à agência Lusa que a ADR-SU do hospital reabriu na terça-feira e destina-se “aos doentes com suspeita de infeção respiratória, incluindo os doentes suspeitos de contaminação pelo novo coronavírus”.

O espaço, situado nas instalações do pavilhão 5 do HSM (edifício onde funcionou o Serviço de Urgência até à abertura do novo bloco, em 2014), “está disponível para acolher doentes referenciados através do SNS 24, Saúde Pública ou médico de família”.

“A nova ADR-SU inclui gabinete de triagem, dois gabinetes médicos, um gabinete de enfermagem, sala de emergência, uma sala de colheitas, uma área para doentes infetados e outra para doentes suspeitos e em estudo”, indica a ULS.

A ULS da Guarda (que abrange 13 concelhos do distrito da Guarda, exceto o de Aguiar da Beira, que pertence ao Agrupamento de Centros de Saúde do Dão – Lafões), gere os hospitais da Guarda (Sousa Martins) e de Seia (Nossa Senhora da Assunção), e também 12 centros de saúde e duas unidades de saúde familiar (A Ribeirinha, na cidade da Guarda e a “Mimar Mêda”, na cidade de Mêda), abrangendo cerca de 142 mil habitantes.

SO/LUSA

ler mais