23 Nov, 2021

Hospitais de Coimbra realizam intervenção pioneira em Portugal

CHUC realizou uma intervenção percutânea na válvula tricúspide, com o dispositivo Pascal, um tratamento pioneiro a nível nacional.

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) realizou pela primeira vez uma intervenção percutânea na válvula tricúspide, com o dispositivo Pascal, um tratamento pioneiro a nível nacional.

A intervenção decorreu no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), na Unidade de Intervenção Cardiovascular (UNIC).

“O tratamento consistiu numa intervenção minimamente invasiva, não cirúrgica, para a reparação da insuficiência tricúspide grave e sintomática e compreendeu a colocação de dois clipes nos folhetos da válvula tricúspide, permitindo uma redução importante da insuficiência valvular, o que permitirá a melhoria das queixas de insuficiência cardíaca do doente”, explica, citado na nota de imprensa, o diretor do serviço de cardiologia do CHUC, Lino Gonçalves.

“Não se registaram complicações ou intercorrências e o doente teve alta no dia seguinte”, acrescentou.

De acordo o diretor do serviço de cardiologia, a regurgitação desta válvula cardíaca “provoca o refluxo de sangue do ventrículo direito para a aurícula direita com consequências nefastas para o doente”.

Nestes casos, as opções de correção da insuficiência tricúspide “estavam limitadas à cirurgia cardíaca”.

No entanto, esta intervenção menos invasiva “vai possibilitar o tratamento de mais doentes com esta patologia, sobretudo naqueles mais idosos, frágeis e com elevado risco cirúrgico e que frequentemente não tinham acesso a qualquer tratamento valvular para ajudar à sua estabilização clínica”, sublinha.

A equipa de cardiologia da Unidade de Intervenção Cardiovascular (UNIC) do CHUC foi constituída pelos médicos Marco Costa (Coordenador da UNIC), Luís Paiva e Ana Botelho, com o apoio de uma equipa de médicos e técnicos do Hospital Clínic de Barcelona, Espanha.

LUSA

ler mais

RECENTES

ler mais