O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) colocou um novo tipo de implantes auditivos em dois doentes com surdez, através da Unidade de Implantes Cocleares do Serviço de Otorrinolaringologia (ORL), que funciona no Hospital Geral (Covões).

Em comunicado, o CHUC informa que foi a primeira intervenção da unidade em “implantes de condução óssea transcutâneos ativos” e que decorreu na terça-feira, “sem incidentes”.

“Enquanto os implantes cocleares fazem uma estimulação do ouvido interno e se destinam a surdos profundos, estes novos implantes fazem estimulação do ouvido médio, fazendo uma cobertura de outro tipo de deficiência auditiva”, explica a nota.

Para o diretor do Serviço de ORL, Luís Filipe Silva, “foi dado mais um passo na concretização do desejo que há anos move a equipa de implantes auditivos do CHUC, de dar resposta terapêutica a todas as situações de surdez” que procuram os hospitais de Coimbra.

A intervenção contou com a participação do diretor de ORL do Hospital de Leiria, Paulo Enes.

De acordo com o CHUC, há 35 anos que se iniciou em Coimbra o projeto pioneiro em Portugal de implantes cocleares, com 1.247 implantes efetuados até à data, dos quais 600 em crianças e 647 em adultos.

Luís Filipe Silva salienta que, apesar da pandemia da covid-19, o Serviço de ORL “manteve a sua produção na área da implantação coclear, tendo efetuado este ano, até ao momento, 28 implantes pediátricos bilaterais e 33 implantes em adultos”.

O CHUC é o único hospital do Serviço Nacional de Saúde (SNS), cujo Centro de Referência Nacional de Implantes Cocleares é totalmente público.

SO/LUSA

ler mais