3 Ago, 2020

Healthiness for Two disponibiliza autotestes sobre disfunções sexuais

Os autotestes têm como foco a disfunção erétil, a ejaculação precoce e a hiperplasia benigna da próstata, não dispensando a consulta com o profissional de saúde.

O website Healthiness for Two, patrocinado pelo grupo Menarini, com o apoio da Sociedade Europeia de Medicina Sexual e da Sociedade Portuguesa de Andrologia, Medicina Sexual e Reprodução, dedica-se à área da sexualidade.

Com conteúdos diversos, desde notícias, opiniões científicas, até informações – factos curiosos, maus hábitos, literatura sobre prevenção – e sugestões, a plataforma digital pretende ser “um verdadeiro ponto de referência” para aspetos relacionados com a sexualidade.

Nesse sentido, esta fonte contempla ainda um espaço dedicado ao aconselhamento preventivo, uma lista de contactos de especialistas, que ajuda os visitantes a encontrar um profissional de saúde, e de autotestes, nomeadamente para a disfunção erétil, ejaculação precoce e hiperplasia da próstata.

Estes autotestes funcionam a título informativo, mas não dispensam da consulta do médico. Por isso, o projeto encoraja a que se responda às perguntas e a que se imprimam os resultados para posterior apresentação ao profissional de saúde.

De acordo com a informação fornecida no website, estima-se que a disfunção erétil afete cerca de 200 milhões de homens em todo o mundo, com uma prevalência global de 13%, número que se prevê “aumentar para 322 milhões em 2025”.

Já a ejaculação precoce é apresentada como a “disfunção sexual masculina mais comum”, embora não seja adiantado nenhum valor percentual, em parte porque tanto a definição como a identificação deste problema representam um processo complexo.

E, por fim, os dados sobre a hiperplasia benigna da próstata apontam para uma realidade em que 10% dos homens com menos de 40 anos são afetados, percentagem que ascende até 50% quando se considera a faixa dos 40 aos 60 anos e ultrapassa os 80% no caso dos homens com mais de 70 anos.

ler mais

RECENTES

ler mais