6 Fev, 2018

Fraca higiene oral aumenta risco de AVC

Doença periodontal aumenta duas a três vezes o risco de AVC. Falta de higiene oral é um fator de risco tão importante como a hipertensão

Um estudo realizado nos EUA vem confirmar a associação entre a doença periodontal, a vulgarmente chamada doença das gengivas, e o risco de Acidente Vascular Cerebral (AVC) futuro, para além de estabelecer também uma relação entre o AVC e a falta de cuidados ao nível da higiene oral.

“Os nossos resultados mostram que os indivíduos que frequentam regularmente o dentista tiveram metade do risco de AVC em relação àqueles que não recebem cuidados dentários regulares”, diz o autor principal do estudo, o Dr. Souvik Sen, da Faculdade de Medicina da Universidade da Carolina do Sul. “E o nosso estudo mostrou que quanto mais grave a doença periodontal, maior o risco de AVC futuro”.

Os investigadores analisaram dados de 10.362 indivíduos de meia-idade sem histórico de AVC, que foram questionados sobre os próprios cuidados dentários. Estes foram classificados como regulares (aqueles que procuraram atendimento médico de rotina mais de uma vez ao ano) ou episódicos (aqueles que iam ao dentista somente quando estavam com desconforto, quando precisavam de tratamento, ou nunca).

A relação entre a doença periodontal e o AVC já tinha sido estabelecida por estudos anteriores. A inflamação das gengivas aumenta entre duas a três vezes o risco de AVC, o que coloca a doença periodontal entre os principais fatores de risco, sendo tão relevante como a hipertensão arterial.

“Os resultados enfatizam a necessidade de um bom cuidado oral regular, incluindo uma rotina de limpeza completa com escovagem e uso de fio dental e consultas regulares ao dentista”, alerta Sen.

 

ler mais

RECENTES

ler mais