13 Mar, 2020

Covid-19: Hospitais querem mais ventiladores, mas há falhas a nível europeu

Portugal tem cerca de 500 destes equipamentos, usados em casos graves de insuficiência respiratória. Fornecedores não conseguem dar resposta aos pedidos.

Os médicos portugueses começam a ficar inquietos com os relatos que chegam dos colegas italianos e dão conta da falta de ventiladores nos hospitais em número suficiente para responder a todos os casos graves que precisem de respiração assistida. Em Portugal, existem cerca de 500 ventiladores mas há já hospitais a pedir a compra centralizada de equipamentos e outros a tentar comprar diretamente, avança o Jornal de Notícias.

Contudo, os fornecedores estão com dificuldade em dar resposta a todos os pedidos. Por isso, o tempo médio de espera por um novo ventilador pode superar os 30 dias. “Em Itália, os hospitais pediram ao Governo a compra de mais ventiladores, mas estão têm de esperar um mês”, afirmou ao JN João Carlos Wink, coordenador do grupo de ventilação não invasiva da Sociedade Europeia Respiratória.

Portugal não tem uma reserva deste tipo de aparelhos e pode vir a ter dificuldade na aquisição, especialmente se a pandemia se agravar a nível europeu. Em Portugal, está a ser feito o levantamento do número de ventiladores existentes, mas segundo as contas do pneumologista Filipe Froes, serão entre 500 a 600.

TC/SO

ler mais

RECENTES

ler mais