4 Jun, 2018

Bastonária diz que entrada de pouco mais de 3 mil enfermeiros em oito anos é “uma vergonha para o país”

Os números a que a Ordem dos Enfermeiros se reporta indicam que em 2010 havia 40.436 enfermeiros no sistema público e que atualmente há 43.687. A esmagadora maioria de novas entradas de profissionais ocorreu entre 2015 e 2018. Ana Rita Cavaco recordou que as necessidades apontam para uma contratação de três mil profissionais por ano.

Em oito anos o Serviço Nacional de Saúde ganhou cerca de 3.300 enfermeiros, segundo dados da Ordem, que considera que estes números “envergonham o país”, que precisaria de contratar três mil profissionais por ano.

Segundo números revelados à agência Lusa pela bastonária da Ordem dos Enfermeiros, entre 2010 e 2018 entraram no sistema 3.300 enfermeiros.

Os dados oficiais divulgados publicamente pelo Ministério da Saúde relativos ao primeiro trimestre deste ano, mostram que há mais 7.901 profissionais no Serviço Nacional de Saúde do que havia em novembro de 2015: mais 3.626 médicos, mais 3.072 enfermeiros, mais 291 técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica e mais 912 profissionais das restantes profissões.

Os números a que a Ordem dos Enfermeiros se reporta indicam que em 2010 havia 40.436 enfermeiros no sistema público e que atualmente há 43.687. A esmagadora maioria de novas entradas de profissionais ocorreu entre 2015 e 2018.