24 Jan, 2022

Aposentações de médicos aumentaram de forma significativa nos dois anos de pandemia

Além das saídas do SNS por aposentação, também se registaram mais de 400 rescisões de contrato no setor público.

No período de dois anos da pandemia covid-19, aposentaram-se 1229 médicos: 652 em 2020 e 577 em 2021. Os dados disponibilizados pela Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS) revelam um aumento acentuado no número de reformas em comparação com o ano de 2019 (409 aposentações), revela o Público.

Além do aumento das saídas por aposentação no Serviço Nacional de Saúde (SNS), também se registou um elevado número de rescisões que ocorreram após o fim da proibição imposta durante o estado de emergência. Segundo revelam dados divulgados pela CNN Portugal, 404 médicos rescindiram o contrato com o setor público a partir de 1 de maio.

 Ainda assim, apesar do número elevado de saídas do SNS e as vagas que ficam por preencher nos dois concursos anuais para recrutamento de recém-especialistas, o saldo no final de 2021 era superior ao de 2019. Em dezembro do ano passado, o número de médicos especialistas a trabalhar no setor público era de 20 824, mais 596 do que no final desse último ano.

Ainda, de acordo com os números que constam no Portal da Transparência do SNS, também o número de internos aumentou. No final de 2021 eram 9554, mais 243 do que em dezembro de 2020.

SO

ler mais

RECENTES

ler mais