A iniciativa surge no âmbito do Dia Mundial da Dislexia, assinalado a 10 de outubro.

Sob o lema “Disléxicos como Nós”, a campanha pública reúne caras mundialmente conhecidas que se destacaram na comunidade e que evidenciam o lado positivo da dislexia, nomeadamente Einstein, Picasso, Da Vinci, Agatha Christie, Van Gogh, Churchill e Spielberg.

A campanha engloba também vídeos que mostram diversas situações reais da dislexia. Estes serão divulgados nos órgãos de comunicação social e nas redes sociais. Também o site da Dislex será totalmente remodelado com informação relevante e de apoio a todos os que quiserem saber mais sobre a dislexia.

O objetivo é sensibilizar a população, educadores e poder político para as características da dislexia e para a necessidade de criar métodos de ensino que ajudem estas crianças a contornar a disfunção. Falamos de uma condição neurológica que afeta uma em cada dez pessoas a nível mundial, atingindo 48% dos alunos com necessidades educativas especiais”, conclui Helena Serra, presidente da Associação.

“A dislexia impacta particularmente as crianças, que são alvo de rótulos ao longo do seu percurso escolar, sendo consideradas menos inteligentes que os colegas. Esta perceção não corresponde à verdade, uma vez que grande parte destes jovens apresentam uma inteligência normal ou acima da média”, explica Helena Serra.

 

Comunicado/SO/SP

 

ler mais