8 Jan, 2019

Vinho tinto é a bebida alcoólica que mais potencia a enxaqueca

Um novo estudo vem confirmar uma suspeita antiga: as bebidas alcoólicas, especialmente o vinho tinto, são produtos que aumentam substancialmente o risco de enxaqueca. 

De acordo com os investigadores da Leiden University Medical Center (LUMC), na Holanda, em 35,6% dos casos analisados as bebidas alcoólicas foram responsabilizadas por causarem as crises de enxaquecas.

Entre as várias bebidas alcoólicas, o vinho – especialmente o vinho tinto – foi identificado como o que mais provavelmente provoca enxaqueca (77,8%). Em sentido contrário, a vodka só provoca enxaqueca em 8,5% dos casos.

No estudo, publicado no European Journal of Neurology, em que foram inquiridas 2.197 pessoas, um terço refere que a enxaqueca começa, geralmente, três horas após o consumo de álcool. Mais de 90% dos participantes disse que a crise de enxaqueca começou até 10 horas depois, independentemente do tipo de bebida ingerida.

“O facto de as crises começarem logo após a ingestão da bebida, mostra que não é como a ‘enxaqueca de ressaca’ e, portanto, o mecanismo subjacente é diferente do mecanismo da ressaca”, explica a Dra. Gisela Terwindt, neurologista do LUMC, e uma das autoras do estudo.

Apesar de poderem desencadear a enxaqueca, a Dra. Gisela Terwindt ressalva que o consumo de bebidas alcoólicas não provocará sempre este tipo de crises. Para além disso, explica a neurologista, “é provável que exista uma combinação de desencadeadores, incluindo fatores adicionais como a privação do sono e o período menstrual”.

Entre os inquiridos, um quarto disse que parou de consumir bebidas alcoólicas ou nunca começou por causa dos supostos efeitos deflagradores.

Saúde Online

ler mais

RECENTES

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ler mais