Vendas de pílulas do dia seguinte disparam mais de 13%

Nos últimos seis anos, a venda de embalagens da pílula do dia seguinte aumentou mais de 45%. Em 2017, foram vendidas 22 caixas por destes fármacos por hora.

No ano passado, foram vendidas 192 153 embalagens de pílula do dia seguinte, o valor mais alto de sempre e que representa uma subida de mais de 13% em relação a 2016, avança o Correio da Manhã.

Segundo dados do Infarmed, a que este jornal teve acesso, a venda de pílulas do dia seguinte aumentou mais de 45% nos últimos seis anos, passando de cerca de 132 mil embalagens dispensadas em 2017 para mais de 192 mil em 2017 – o aumento tem sido constante ao longo dos anos, apenas com exceção de uma ligeira quebra em 2014. Feitas as contas, foram vendidas cerca de 22 embalagens por hora o ano passado.

Em Portugal, são comercializados dois tipos de pílulas do dia seguinte. Uma delas é o levonorgestrel, que pode ser comprado tanto em farmácias como em locais de venda livre e que deve ser tomada até 72 horas depois do ato sexual. A outra é o ulipristal, que é mais caro mas tem um período de atuação de até 120 horas.

SaúdeOnline

ler mais

RECENTES

ler mais