26 Jun, 2018

ULS Matosinhos regulariza pagamento aos Médicos de Família

A ULS de Matosinho regularizou a retribuição paga pelo trabalho extraordinário prestado pelos Médicos de Família à noite, fins-de-semana e feriados, pondo termo a um conflito que se arrastava desde 2009

A unidade Local de Saúde de Matosinho regularizou, após quase 10 anos de resistência à aplicação do acordo coletivo de trabalho assinado com os sindicatos médicos em 2009, a retribuição paga pelo trabalho extraordinário prestado pelos Médicos de Família à noite, fins-de-semana e feriados.

Em comunicado publicado na sua página na Internet, o Sindicato Independente dos Médicos dá conta alteração de procedimentos por parte da ULS Matosinhos, explicando que “com a celebração dos Acordos Colectivos de Trabalho em 2009, foi introduzida a justiça remuneratória pelo trabalho extraordinário prestado pelos Médicos de Família à noite, fins-de-semana e feriados, tendo os médicos sindicalizados passado a ser remunerados pela tabela dos médicos hospitalares.

Segundo o SIM, “de uma maneira generalizada a legislação foi sendo implementada, de Norte a Sul. À excepção da ULS Matosinhos, cujos Médicos de Família (que têm todos estes anos assegurado o SASU) continuaram a ser remunerados de modo errado e em seu prejuízo”.

O Sindicato Independente dos Médicos, alertado para este facto por médicos seus associados, interveio junto do CD da ARSN e do CA da ULSM, tendo a situação sido rapidamente regularizada e desde Janeiro que o trabalho extraordinário prestado pelos médicos da ULSM é regularmente pago.

Persiste no entanto a questão dos retroactivos devidos e anteriores a Janeiro de 2018, algo que o CA da ULSM manifestou vontade de resolver a contento dos interessados e relativamente ao qual o SIM aguarda pelos efeitos práticos.

MMM/Comunicado

ler mais

RECENTES

ler mais