Terapia de casal para casais ocupados

Artigo de opinião de Fernando Mesquita, psicólogo clínico e sexólogo.

Vivemos numa correria constante e isso leva a que muitos casais fiquem presos nessa rotina agitada cheia de compromissos profissionais, familiares e sociais. As agendas ficam totalmente lotadas e, muitas vezes, as relações amorosas ficam para segundo, terceiro ou até quarto plano!

Felizmente, a terapia de casal pode ser uma ferramenta valiosa para ajudar casais ocupados a equilibrarem a vida pessoal e profissional. Em seguida deixo algumas sugestões que poderão ajudar os casais mais afastados e reencontrarem-se.

Em primeiro lugar, é importante combinarem dar um tempo de qualidade à relação. É essencial que estes momentos sejam especiais e vos ajudem a concentrarem-se apenas um no outro. Podem fazê-lo, por exemplo, através da marcação de um fim-de-semana especial, todos os meses. Nesse período, é importante desligarem todos os dispositivos eletrónicos (por exemplo, telemóveis ou tablets) e concentrarem-se inteiramente na vossa relação.

Outro aspeto muito importante é procurarem aperfeiçoar a vossa comunicação. É certo que com agendas apertadas, encontrar tempo para uma conversa mais profunda, pode ser um grande desafio. No entanto, procurem reservar alguns minutos, todos os dias, para compartilhar experiências e expressar as vossas emoções, preocupações e desejos. Procurem não se interromper, recorrendo a técnicas de comunicação ativa em que cada um ouve respeitosa e atentamente o que o outro tem para dizer.

Embora possa parecer uma batalha perdida, é muito importante estabelecerem limites claros entre a vida pessoal e o trabalho. Muitas pessoas levam trabalho para casa, ou, mesmo não levando trabalho para casa, não conseguem libertar-se mentalmente dele. Por isso, é essencial definirem um tempo específico para o trabalho e desligarem-se totalmente dele, fora desse período. Isto irá ajudar-vos a desfrutar mais e a evitar que o stresse do trabalho afete a vossa vida a dois.

Além disso, é fundamental praticarem o apoio mútuo. O que é isto? Basicamente, em vez de competirem pela atenção e pelo sucesso profissional, procurem apoiar-se mutuamente! Celebrem as conquistas de cada um e mostrem a vossa disponibilidade e compreensão nos momentos mais desafiantes. Encontrem formas de dividir as responsabilidades do trabalho e da vida pessoal, como tarefas domésticas.

Finalmente, criem rituais diários que possam desfrutar mutuamente, como preparar uma refeição juntos, fazer uma caminhada juntos, ou ir a um bar. Este tipo de rituais pode ajudar a manter a conexão e a tornar os vossos momentos mais calorosos.

Os casais que aderem a sugestões aprendem mais facilmente a priorizar o tempo de qualidade, a aprimorar a comunicação, a estabelecer limites claros e a criar rituais diários permitindo que (re)encontrem o equilíbrio entre o amor e a carreira profissional.

Porém, é importante lembrar que cada casal é único e que as necessidades e circunstâncias de cada um podem variar. Portanto, procurar ajuda de um terapeuta de casal/conjugal é sempre preferível a qualquer recomendação ou livro de autoajuda, pois poderá oferecer uma orientação personalizada e estratégias especificas para cada casal.

 

Notícia relacionada

Cancro da próstata. Desafios e estratégias na reabilitação sexual e urinária

Print Friendly, PDF & Email
ler mais
Print Friendly, PDF & Email
ler mais