Cancro de mama RE+/HER2- precoce. Abemaciclib reduz em 28% o risco de doença invasiva

Para além da doença metastática, o abemaciclib está agora também indicado no tratamento adjuvante em doentes de alto risco. Trata-se de “uma das mudanças mais importantes na prática clínica em 2022”, refere, em entrevista, o oncologista Rui Dinis, do Hospital de Évora.