2 Jan, 2018

Sustentabilidade do serviço de saúde é o “grande desafio” da Madeira

O presidente do Governo da Madeira, Miguel Albuquerque, disse hoje que um dos "maiores desafios" da região autónoma é garantir a sustentabilidade do serviço público de saúde, onde o executivo vai investir 317 milhões de euros este ano.

“É importante ter a noção de que o grande desafio para os próximos anos é garantir a sustentabilidade do Sistema Regional de Saúde e do Sistema Nacional de Saúde”, afirmou o governante, durante uma sessão de boas-vindas a 77 novos médicos internos no Hospital Central do Funchal.

Estes novos internos iniciaram a formação médica prática no Serviço de Saúde da Região (SESARAM): 35 já concluíram a parte teórica e iniciam um ano de formação prática antes da especialidade; 29 estão na formação específica (médicos que iniciam a sua especialidade após conclusão do ano comum) e 13 na especialidade de Medicina Geral e Familiar.

Miguel Albuquerque realçou que, apesar do fraco crescimento da economia portuguesa, é necessário manter a sustentabilidade do sistema público de saúde, onde o Governo Regional vai investir 317 milhões de euros em 2018, mais 30 milhões do que no ano passado.

“Nós não vamos descobrir a roda, mas temos de encontrar estratégias no sentido de garantir essa sustentabilidade, caso contrário não é possível continuarmos a manter um Sistema Regional de Saúde que é importantíssimo para a qualidade de vida das populações”, disse, sublinhando também a importância de apostar na “humanização” do serviço.

LUSA/SO

ler mais

RECENTES

ler mais