12 Ago, 2021

São João é a unidade hospitalar que regista maior recuperação de cirurgias em 2021

A nível nacional, foram feitas mais 37% de cirurgias até junho de 2021 em comparação com o mesmo período do ano passado.

Comparando com os principais hospitais do país, o Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ) foi aquele que registou a maior recuperação do número de intervenções cirúrgicas realizadas entre janeiro e julho deste ano (36%) em comparação com igual período de 2020, revela o Jornal de Notícias.

De acordo com os dados revelados pelo CHUSJ, os quais dizem respeito ao número total de cirurgias realizadas (convencionais, em ambulatório e urgentes), o hospital do Porto realizou 32 399 intervenções cirúrgicas nos primeiros sete meses de 2021, o que também representa mais 12 573 cirurgias comparativamente às registadas pelo Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHLN).

“Não fazia sentido termos um bloco operatório parado, quando tínhamos resposta do ponto de vista do internamento, dos cuidados intermédios aos intensivos”, declarou a diretora do bloco operatório do CHUSJ, Susana Vargas, reforçando que as intervenções cirúrgicas nunca pararam no Hospital de São João, sobretudo aquelas associadas a doenças oncológicas e urgentes. Esta unidade hospitalar tem vindo, aliás, a receber doentes de outras zonas do país para realização de cirurgias.

Segundo explica, a separação dos circuitos entre doentes com a infeção por SARS-CoV-2 e aqueles sem covid-19 foi essencial para se estabelecer uma retoma gradual da cirurgia, algo que já aconteceu no ano passado.

Com todas as unidades de saúde a procurarem retomar a agenda de consultas e cirurgias, as quais foram adiadas a partir de meados de 2020, o Ministério da Saúde revelou que foram feitas mais 94 687 (37%) cirurgias até junho deste ano, face ao mesmo período do ano passado.

SO

ler mais

RECENTES

ler mais