9 Jul, 2021

Rosácea e uso de máscara: o que pode prevenir o agravamento dos sintomas?

Estudos recentes revelam que o uso de máscara associado à pandemia covid-19 agrava significativamente os sintomas associados à rosácea.

Um inquérito recentemente divulgado revelou que o uso essencial de máscara para prevenir a infeção covid-19 pode afetar significativamente os doentes com rosácea, no sentido em que pode causar um agravamento dos sinais e sintomas associados à patologia. Ainda, a redução do número de consultas resultante da pandemia impede um acompanhamento do estado da doença e a sua respetiva manutenção.

Embora o uso de máscara seja fundamental para a saúde pública, os resultados do estudo, que incluiu 220 participantes do Canadá e da Alemanha, revelam que “quase dois terços dos inquiridos (63%) estão a experienciar um agravamento dos sintomas relacionados com o uso de máscara, como vermelhidão (75%), borbulhas e/ou pústulas (72%) e mais surtos (53%)”.

Outro estudo clínico, realizado em Itália, também confirmou que o uso prolongado de dispositivos de proteção facial em doentes com acne e rosácea aumentou a gravidade da doença e afetou significativamente a sua respetiva qualidade de vida.

“Com apenas um terço dos doentes com rosácea a agendar uma consulta com o seu médico durante a pandemia, há um enorme motivo de preocupação”, revelou o departamento médico global da Galderma, empresa promotora do estudo. “O nosso inquérito sugere que mais doentes estão a automedicar-se, o que poderá significar que estão a utilizar produtos que não são adequados”.

Com o propósito de  controlar a doença e prevenir um agravamento dos seus sintomas, as instituições dermatológicas aconselham a aplicação de um creme hidratante sem perfume adequado para pele sensível, o qual deve ser um passo incluído na rotina dos portadores de rosácea, a qual é essencial para impedir a acumulação de substâncias tóxicas e impuras.

Usar sempre uma máscara nova ou limpa é também um passo crucial, sendo que se deve procurar sempre experimentar diferentes máscaras e escolher aquela que não provoque o respetivo sobreaquecimento da pele facial.

Ainda, manter uma rotina hidratada e um estilo de vida saudável é essencial para prevenir fases críticas da doença. De acordo com os especialistas, manter um padrão normal de sono, passar tempo ao ar livre e evitar o consumo excessivo de álcool também auxilia na manutenção da patologia.

ler mais

RECENTES

ler mais