Taxa de mortalidade infantil diminuiu 56% em Portugal

A taxa de mortalidade infantil, em crianças com menos de 15 anos, provocada por acidentes de viação diminuiu 56% entre 2010 e 2014, um número muito expressivo e também conseguido através do Projeto B C & Y, uma iniciativa da Direção Geral de Saúde (DGS) na promoção da segurança rodoviária

O projeto envolve 55 estabelecimentos de saúde, seis mil profissionais de saúde e 60 mil pais, onde colaboram a Dorel, a Fundação Mafre e a Associação para a Promoção da Segurança Infantil.

Arrancou em 2011 e termina em 2020, está presente em 55 maternidades e centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e chegou a 60.000 pais com informação sobre o uso correto dos sistemas de retenção de crianças nos automóveis.

Desde 2010 e até 2016, o número de crianças até aos 12 anos a viajar com sistema de retenção automóvel utilizado corretamente aumentou 10%, tendo o projeto dado formação a 250 profissionais de saúde que, por sua vez, envolveram mais de 6000 profissionais de saúde.

Recentemente o projeto voou até aos Açores, onde está a iniciar o seu trabalho nas Unidades de Saúde de Ilha e no Hospital de Ponta Delgada.

Questões como: “Como fixar corretamente as cadeiras-auto ao automóvel? Como colocar corretamente o arnês? Que cadeira-auto deve usar?”,  foram, e continuam a ser, exemplos de questões que os profissionais de saúde e pais estão a ver respondidas no âmbito do projeto.

Até 2020, para além do trabalho que vai continuar a ser realizado nos hospitais e centros de saúde, o objetivo é trabalhar igualmente junto das unidades privadas de saúde, forças de segurança, empresas de táxi, transportes públicos e transporte escolar.

A Dorel Portugal, associou-se ao projeto desde a primeira hora através da cedência das cadeiras onde é realizada a formação.

No total, a Dorel Portugal já disponibilizou perto de 180 cadeiras auto e 52 bancos simuladores que serviram como “laboratório” para os profissionais de saúde e pais envolvidos.

Comunicado de Imprensa/SO

ler mais

RECENTES

ler mais