4 Dez, 2017

Moçambique realiza primeiro inquérito para apurar prevalência da tuberculose

Moçambique regista 150 mil novos casos de tuberculose por ano e só metade são diagnosticados, segundo dados do Ministério da Saúde

O Governo de Moçambique vai a realizar o primeiro inquérito nacional para apurar a taxa de prevalência real da tuberculose, anunciou hoje fonte oficial.

O inquérito, pronto a arrancar, vai abranger 12 mil pessoas de vários pontos do país numa operação orçada em cerca de cinco milhões de dólares, suportados pelo Estado e por parceiros de cooperação, anunciou o Ministério da Saúde.

A recolha de dados deverá prolongar-se ao longo de 2018, com recurso a uma clínica móvel com autonomia energética através de painéis solares, equipada com aparelhos informáticos de imagiologia (raio-x).

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a doença continua a ser “um desafio de saúde pública para Moçambique” que ocupa o 19.º lugar entre os países mais afetados.

Segundo dados de 2007, a taxa de incidência era estimada em 431 por cada 100.000 habitantes.

LUSA/SO

ler mais

RECENTES

ler mais