18 Fev, 2021

Hospital de São João restabelece áreas “mais críticas” de atividade

Retoma está a ser feita “nas áreas mais críticas”, como oncologia, cardiovascular, neurovascular e hemato-oncologia, mas também nas áreas cirúrgicas.

O Hospital de São João, no Porto, está a restabelecer as áreas “mais críticas” de atividade não covid-19, como oncologia, cardiovascular, neurovascular, e áreas cirúrgicas à medida que o internamento de doentes com SARS-CoV-2 tem diminuído.

Em resposta à agência Lusa, o gabinete de comunicação do Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ) afirmou que a atividade para doentes não covid-19 está a ser restabelecida “à “medida que reduz o internamento com doentes” infetados pelo novo coronavírus.

A retoma da atividade está a ser feita “nas áreas mais críticas”, como oncologia, cardiovascular, neurovascular e hemato-oncologia, mas também nas áreas cirúrgicas.

Neste momento, o São João tem 62 doentes com covid-19 internados, 42 dos quais em medicina intensiva.

Segundo o centro hospitalar, as consultas externas, o hospital de dia e a cirurgia de ambulatório “mantiveram uma atividade próxima da expectável, de forma a não penalizar os doentes”.

“Ao contrário da 1.ª vaga, há um ano, em que a atividade foi toda suspensa, nestas 2.ª e 3.ª vagas fomos capazes de assegurar uma resposta robusta e competente aos doentes não covid-19, que sempre foram uma preocupação do hospital”, assegurou a fonte, acrescentando que o CHUSJ procurou “estar sempre um passo à frente da pandemia”.

Em 12 de fevereiro, o diretor de medicina intensiva do CHUSJ defendeu, em entrevista à agência Lusa, a criação da ‘task force’ dedicada aos doentes não covid-19 que constava do plano lançado em setembro pela tutela, considerando que a mesma não pode continuar “engolida” pela pandemia.

“Há que começar a pensar no ‘day after’ [pós-pandemia] porque há que rapidamente recuperar um número de atividades programadas do doente não covid-19 que estão reduzidas”, defendeu José Artur Paiva.

ler mais
target="_blank"

RECENTES

target="_blank"
ler mais