25 Jan, 2019

Grupo de saúde espanhol Asisa vai abrir primeira clínica em Portugal até junho

O grupo de saúde espanhol Asisa vai abrir a primeira clínica em Portugal até junho, disse hoje à Lusa o administrador executivo, Oscar Villoslada Montpart, referindo que o investimento em 2018/2019 ronda os cinco milhões de euros.

A Asisa é “o maior grupo privado de saúde espanhol, não só em termos de seguros, mas também em prestação de serviços”, adiantou o administrador executivo do grupo, criado há 40 anos por médicos.

O grupo “tem hoje 10.000 médicos e o facto de ser uma sociedade corporativa” permite ter uma política de “serviço ao cliente” e de “reinvestimento dos lucros gerados”, acrescentou. Agora o grupo vai apostar no mercado português numa lógica de “ecossistema de serviços de saúde ibérico”.

A presença da Asisa em Portugal começou em março de 2018, com a sucursal, mas desde 2015 o grupo já vendia serviços a partir de Madrid, nomeadamente seguros dentários, de vida e de acidentes.

Agora, este ano o grupo vai começar “a atividade de seguros de saúde” no mercado português, além da prestação de serviços, com a abertura da sua primeira clínica. “Vamos ter uma primeira clínica em Lisboa antes do fim do primeiro semestre deste ano”, disse Oscar Villoslada Montpart, sem adiantar pormenores.

Sobre os serviços a serem prestados pela clínica, que será na zona do Saldanha, o administrador executivo disse que “o leque” ainda não está fechado. “Vamos ter vários serviços, ainda não temos decidido qual o leque, vai ser uma clínica”, salientou, sem avançar o montante do investimento desta unidade.

No entanto, o investimento em Portugal nos dois primeiros anos – 2018/2019 – ronda os “cinco milhões de euros”. “A intenção do grupo é investir ao longo do tempo” em Portugal, pelo que os cinco milhões de euros previstos poderão, inclusive, ser ultrapassados.

O processo de internacionalização da Asisa começou na área de prestação de serviços em países tão diversos como Itália, Nicarágua, Emirados, Guiné Equatorial ou México, mas “o primeiro país a expandir do lado segurador e prestacional” é Portugal.

A entrada em Portugal “é um passo importante” para um “ecossistema de serviços de saúde ibérico”, afirmou. Em Espanha, o lado segurador do grupo conta com 2,3 milhões de segurados em saúde, “o que é equiparável a toda a dimensão do mercado de seguros em Portugal”, apontou Oscar Villoslada Montpart.

A Asisa pretende ter uma dimensão em Portugal equivalente à que tem em Espanha e atingir uma quota de mercado “de duplo dígito” num período entre cinco a 10 anos. Atualmente, o grupo tem uma quota de 13,4% no mercado espanhol.

Em Espanha, o grupo tem 15 hospitais próprios, 32 centros médicos, 28 clínicas dentárias, cerca de 30 centros oftalmológicos e uma entidade especializada em diagnóstico por imagem.

“São serviços muito especializados e de ponta, no mundo segurador espanhol temos 40.000 médicos a trabalhar com a Asisa e a nossa vontade, a médio prazo, é ter uma dimensão semelhante” em Portugal. Até final deste ano, a Asisa Portugal contará com 30 pessoas a trabalhar diretamente no grupo, entre quadros e pessoal médico.

“Chegamos a Portugal para ficar, é um compromisso de longo prazo. Em Espanha temos 5.000 pessoas a trabalhar diretamente e estes são os nossos primeiros 30”, sublinhou o administrador.

O grupo pretende expandir o seu negócio a todo o território nacional, incluindo ilhas. Relativamente ao ‘break-even’, ponto em que as receitas cobrem o investimento inicial, Oscar Villoslada Montpart disse que tal acontecerá “a partir do terceiro ano”.

Sobre a possibilidade de vir a comprar clínicas em Portugal, o gestor admitiu que “se surgir oportunidades tal pode fazer parte do plano de expansão”. Segundo o responsável disse, o “preço muito competitivo”, aliado à “qualidade de satisfação”, são a vantagem relativamente à concorrência.

“O grupo foi criado por médicos, é gerido por médicos que têm o conhecimento do mundo segurador e do mundo de prestação de serviços”, disse. Além disso, a Asisa junta a prestação de saúde aos seguros, permitindo liberdade de escolha aos seus clientes.

LUSA

ler mais

RECENTES

ler mais