14 Out, 2019

Editorial da Lancet alerta para deterioração do SNS

O editorial destaca que "Portugal é um dos únicos quatro países, entre os 33 países analisados pela OMS, que reduziu a despesa pública de saúde entre 2000-2017".

A publicação científica The Lancet, uma das mais antigas e prestigiadas revistas médicas do mundo, alertou ontem no seu editorial para a preocupante situação do Serviço Nacional de Saúde português, aponta o SIndicato Independente dos Médicos (SIM) em Comunicado.

No editorial, o Lancet Alerta ainda que “a falta de investimento no SNS está a impedir a modernização de hospitais e a substituição de material médico obsoleto”, acrescentando que “os trabalhadores do SNS ficam desmotivados com as precárias condições de trabalho e procuram emprego no setor privado e no estrangeiro”.

O editorial conclui que “o SNS não vai de encontro às necessidades da população”, destacando que “o novo governo socialista não pode deixar passar esta nova oportunidade para priorizar a saúde e tornar o seu acesso possível para todos”.

Na nota à imprensa o SIM recorda que este alerta da LAncet, vai na  linha do que referiu ontem o Presidente da República que afirmou que há que esperar para ver “qual a prioridade dada à saúde” no Orçamento do Estado para 2020, apontando este setor como “uma das prioridades sensíveis” para a generalidade dos portugueses.

CI/SO

ler mais

RECENTES

ler mais