24 Jun, 2021

Covid-19. Utentes, acompanhantes e visitas devem ser testados nas unidades e serviços do SNS

Os rastreios ao novo coronavírus devem ser assegurados pelos profissionais de saúde de cada estabelecimento ou serviço do SNS.

Os estabelecimentos do Serviço Nacional de Saúde (SNS) devem intensificar os rastreios ao vírus SARS-CoV-2 a utentes, acompanhantes e visitas, com o propósito de se assegurar uma identificação precoce da doença covid-19, determina um despacho hoje publicado em Diário da República.

O despacho, assinado pelo secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, define que os rastreios deverão ser “realizados, preferencialmente, com recurso a testes rápidos de antigénio (TRAg), sem prejuízo da possibilidade de realização de testes de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN)”.

De acordo com o documento – que refere que a realização dos testes deve ser assegurada pelos profissionais de saúde de cada estabelecimento ou serviço do SNS, tendo em consideração a atual situação pandémica – “a prossecução da estratégia de medidas de desconfinamento determina a necessidade de intensificar os rastreios oportunísticos nas referidas unidades de saúde”.

Tal como acrescenta, esta intensificação “não prejudica a realização de rastreios [já] programados nos estabelecimentos e serviços do SNS, de acordo com as normas e orientações da Direção-Geral da Saúde”.

SO/LUSA

ler mais

RECENTES

ler mais