12 Abr, 2021

Covid-19. Crianças com menos de 10 anos estão agora entre os mais infetados em Portugal

A reabertura das escolas pode ser uma das causas que justifica este aumento, diz o epidemiologista Baltazar Nunes, do INSA

As crianças entre os 5 e os 9 anos foram a faixa etária com mais casos registados de covid-19 entre 29 de março e 4 de abril, seguido do grupo dos 0 aos 4. Assim, apesar do número de casos confirmados ainda se manter reduzido, é possível observar uma mudança do padrão na taxa de incidência da infeção por SARS-CoV-2.

Contrariamente à tendência observada ao longo do último ano, onde os jovens entre os 20 e os 29 anos e os idosos com idade superior aos 80 faziam parte dos grupos que apresentavam mais casos do novo coronavírus, as crianças com idade inferior a 10 anos representam a maioria dos casos registados na última semana, avança o Expresso.

Segundo o responsável pela Unidade de Investigação Epidemiológica do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), Baltazar Nunes, «o fator mais provavelmente associado ao aumento da incidência neste grupo etário foi a abertura das creches, pré-escolar e 1.º ciclo no passado dia 15 de março». De acordo com o especialista, apesar de ser necessário investir numa análise mais detalhada com o propósito de apurar as causas desta inversão de padrão, o facto de se observar um investimento no controlo da transmissão em contexto escolar, por meio da realização de mais testes, também influencia a identificação de mais casos que poderiam não ser registados.

Da mesma forma, a redução dos números de infetados na população com idade superior a 80 anos, resultado da vacinação incidente nesta faixa etária, pode ser um fator que justifica o atual padrão de distribuição dos novos casos. No que diz respeito à presença da variante britânica em Portugal, esta também poderá contribuir para um aumento da transmissão em todas as faixas etárias no nosso país.

SO

Notícias Relacionadas

ler mais

RECENTES

ler mais