23 Jun, 2021

Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga melhorou significativamente o desempenho assistencial

O Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga aumentou o número de consultas e cirurgias e reduziu a lista de espera em comparação ao ano passado.

Em comparação aos primeiros cinco meses de 2020, o Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV) melhorou significativamente o seu desempenho assistencial em 2021, ano também marcado pelo desafio associado à situação pandémica atual.

Segundo revelam em comunicado, o CHEDV conseguiu aumentar, no presente ano, o número de primeiras consultas que cresceu mais de 41% e o respetivo total de consultas externas que subiu mais 33% em comparação com o período entre janeiro e maio do ano passado.

Tal como confirmam, mesmo em altura marcada pelo registo máximo de doentes internados com covid-19, o CHEDV realizou um total de 9858 cirurgias, o que corresponde a um aumento de 60% face ao período anterior, das quais 6688 foram em ambulatório e as restantes 2195 foram de regime convencional.

No mesmo sentido, o tempo de espera, tanto para cirurgias como para consultas, diminuiu significativamente. A espera para cirurgias passou, em média, de 140 dias para 49 e, no que diz respeito ao tempo de espera para as consultas, este foi reduzido de 123 dias para apenas 28.

Como salienta o presidente do conselho de administração, Miguel Paiva, “estes resultados são a consequência do grande esforço de recuperação da atividade normal que todos os serviços encetaram logo que a situação pandémica o permitiu”.

Este acrescenta que é essencial “realçar o empenho dos profissionais, que têm demonstrado uma grande dedicação numa lógica colaborativa em todos os grupos, aspeto fundamental para os excelentes resultados de eficiência que o CHEDV apresenta”.

ler mais

RECENTES

ler mais